Sobre mim

Natan Barreto nasceu em 1966, em Salvador. Em 1990, formou-se em Interpretação Teatral pela UniRio e passou a morar na Europa. Viveu em Paris e Roma, e está radicado em Londres desde 1992. É tradutor e intérprete formado pelo Institute of Linguists, e professor primário pela London South Bank University.

É autor dos livros de poesia Sob os telhados da noite (1999); Esconderijos em papéis (2007); Movimento imóvel (2016), que recebeu uma Menção Honrosa da União Brasileira de Escritores do Rio de Janeiro; Bichos: poesias desenhadas (2017); Um quintal e outros cantos (2018), que venceu o Prêmio Sosígenes Costa de Poesia, concedido pela Academia de Letras de Ilhéus; e O ritmo da roda: poemas fotográficos (2019). Publicou também Quase-sonhos & Traduzido da noite (2009), edição bilíngue – francês/português – de poemas de Jean-Joseph Rabearivelo, escritor de Madagascar; e a biografia Entre mangueiras: a vida de Eunice Palma (2011).

Em Londres, coordenou por alguns anos o projeto Encontros Poéticos, apresentando a vida e obra de escritores brasileiros na embaixada do Brasil, no museu de Londres, nas universidades de Queen Mary e Nottingham, e no Royal Court Theatre. Em 2011, recebeu, em Londres, o prêmio International Press Awards UK, na categoria Literatura.

Sua poesia também faz parte de uma antologia bilíngue, que reúne seis poetas brasileiros residentes no estrangeiro, Poets adrift: first anthology of Brazilian diaspora poetry/ Poetas à deriva: primeira antologia da poesia da diáspora brasileira (2013).

Em outubro de 2019, na Feira do Livro de Frankfurt, foi publicada a antologia bilíngue Ausgewählte Gedlchte/ Poemas Escolhidos, que reúne 30 poemas do autor.